Os níveis de avaliação segundo Kirkpatrick
AnteriorSeguinte
Um dos modelos para a avaliação da formação, mas também um dos mais utilizados foi proposto por Donald L. Kirkpatrick em 1959.Trata-se de um modelo capaz de medir a qualidade e efectividade de uma intervenção formativa a partir da análise aos quatro níveis de avaliação(avaliação da reacção dos participantes ao sistema, avaliação do conhecimento dos participantes, avaliação do comportamento dos participantes, avaliação dos resultados da formação e respectivo impacto.
J. Philips propõe um quinto nível de avaliação, retorno de investimento (aplicação da abordagem ROI), para além de se aferir eventuais impactes ao nível do desempenho de uma organização, devem-se realizar análises custo-benefício para se verificar se os impactes justificam o investimentorealizado. Para Kirkpatrick a abordagem ROI está implicita no nível 4 (avaliação de resultados).
Segundo Alain Meignand os Níveis de Avaliação de Kirkpatrick são descrito como segue:
  1. Nível 1 - Avaliação da Reacção dos Participantes ao Sistema visa avaliar o grau de satisfação dos diferentes intervenientes no processo formativo. Realizada a quente, no final dos módulos ou das sessões permite avaliar o grau de satisfação em diferentes domínios e a partir dessa informação introduzir melhorias no sistema. A sua grande limitação é que não fornece qualquer tipo de informação sobre as aprendizagens obtidas e por conseguinte sobre o eventual efeito das mesmas na organização.
  2. Nível 2 - Avaliação do Conhecimento dos Participantes visa avaliar até que ponto os formandos estão a adquirir conhecimentos pretendidos e pré-definidos no diagnóstico de necessidades de formação (saber saber). Dando feed-back constante aos formandos do processo da sua aprendizagem permite motivá-los e por outro lado introduzir melhorias no sistema.
  3. Nível 3 - Avaliação do Comportamento dos Participantes visa avaliar em que medida os novos conhecimentos adquiridos estão a modificar os comportamentos e a ser postos em prática melhorando o seu desempenho. Tem como objectivo melhorar o nível de desempenho e, portanto, de produtividade do indivíduo nas várias competências que compõem o seu perfil funcional - estratégico-conceptuais (saber saber), técnico-profissionais (saber fazer) e sócio-comportamentais (saber estar ou ser).
  4. Nível 4 - Avaliação dos Resultados da Formação e Respectivo Impacto visa avaliar a variação detectada, a partir de indicadores palpáveis. Ou seja, avaliar qual a variação entre o gap identificado no diagnóstico de necessidades de formação e saber até que ponto se vão modificar os comportamentos e colocá-los ao serviço de um determinado sistema / organização e, portanto, avaliar a variação de indicadores concretos previamente estabelecidos. Este referencial de formação é o menos utilizado e aquele que mais tem vindo a ser reclamado como fundamental para credibilizar a formação.
Fonte: Alain Meignant


Passo-a-Passo
2.7.2 2.7b Kirkpatrick - cinco passos para o desenvolvimento de um questionário

Os quatro níveis de Avaliação segundo Kirkpatrick
Níveis e instrumentos de avaliação

 AnteriorSeguinte